Autor: Chico Cesar (Página 2 de 486)

MP pede prisão preventiva de prefeito afastado suspeito de abusos sexuais no Ceará

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) pediu à Justiça, na quarta-feira (17), a prisão preventiva do médico José Hilson de Paiva, prefeito afastado de Uruburetama investigado por crimes contra a dignidade sexual. Segundo a Promotoria de Justiça de Uruburetama, o medico pode comprometer as investigações por sua “influência no município e no meio político”. O pedido de prisão foi divulgado pelo órgão nesta quinta-feira (18) e confirma a preventiva feita pela Polícia Civil.

O G1 Ceará teve acesso a 63 vídeos em que José Hilson com as pacientes dentro do consultório. As gravações foram feitas pelo próprio investigado. Para a Associação Médica Brasileira, as imagens mostram “claramente” um caso de estupro de pacientes. Hilton de Paiva afirma que as denúncias são uma jogada da oposição que quer “derrubá-lo”. O Conselho Regional de Medicina do Ceará o impediu de exercer a profissão de médico por seis meses.

O advogado Leandro Vasques, que representa a defesa de José Hilson, disse que a lei pode favorecer o médico. De acordo com Vasques, “os fatos constantes nos vídeos já foram sufocados pelo tempo, como se fosse uma espécie de prescrição”. O advogado alega que “estes crimes de componente sexual já foram alcançados pelo instituto da decadência”.

O pedido de prisão formulado pelo MPCE se fundamenta no fato de que, mesmo afastado das funções de prefeito e médico, José Hilson de Paiva é considerado influente e pode “coagir, constranger, ameaçar, corromper, enfim, praticar atos tendentes a comprometer a investigação do Ministério Público e da Polícia Civil”.

Investigação contra o médico

O MPCE informou que, depois da divulgação dos primeiros vídeos, em março de 2018, a Promotoria de Justiça de Uruburetama instaurou uma investigação, após ouvir quatro mulheres, que se identificaram como vítimas do então prefeito.

Após isso, o órgão solicitou informações à Polícia Civil, que logo depois resolveu abrir o inquérito policial. O inquérito foi concluído em dezembro de 2018, mas a polícia sugeriu o arquivamento.O MPCE requisitou novas provas à polícia.

Na área cível, a Promotoria ajuizou uma Ação Civil Pública (ACP) por improbidade administrativa em desfavor do então prefeito, no final de 2018. Outro procedimento do MPCE em relação ao caso foi instaurado em junho de 2019.

O órgão responsável é o Núcleo de Investigação Criminal (Nuinc) e, até o momento, seis vítimas e uma testemunha já foram ouvidas. (Via: BNews)

Reconciliação da Igreja com Padre Cícero está a caminho

Vaticano volta a olhar para a vida de Cícero, para viabilizar sua reabilitação. Processo pode permitir que ele ganhe a condição de servo, a primeira das etapas até uma chance de canonização oficial. Ele morreu impedido de atuar como padre.

Reconciliação se arrasta há anos

Em 1889, aconteceu, pela primeira vez, o fenômeno que ficou conhecido como “Milagre da Hóstia”, em Juazeiro do Norte. Durante missa celebrada pelo Padre Cícero, a hóstia se transformou em sangue na boca da beata Maria de Araújo. O episódio voltou a acontecer outras inúmeras vezes. Por acreditar que ele seria um milagre, o “Padim” teve suas ordens suspensas pela Igreja Católica em 1894 e, até hoje, não a recuperou.

A primeira intervenção sobre o caso partiu do próprio Padre Cícero, que em 1898 viajou até Roma e pediu o perdão da Igreja ao papa Leão XVIII, que o concedeu, mas depois retrocedeu.

Apenas em 2001, quando dom Fernando Panico assumiu a Diocese de Crato, o processo de reabilitação – a recuperação das ordens – iniciou.

Na época, foi criada uma comissão para estudar o caso do milagre do sacerdote com pesquisadores, historiadores, teólogos e psicólogos.

O trabalho rendeu 14 volumes de relatório entregues, em 2007, ao então papa Bento XVI.

Em carta de sete páginas, enviada no dia 20 de outubro de 2015, assinada pelo secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, e endereçada a dom Fernando Panico, a Diocese interpreta que houve a reconciliação entre a Igreja e o Padre Cícero.

Porém, pesquisadores, por exemplo, contestaram se a carta representava mesmo a reconciliação, já que não foi publicado em nenhum veículo oficial do Vaticano.

Caso Beatriz: Polícia Civil cumpre mandado de busca na casa do suspeito de apagar imagens da escola onde menina foi morta

Polícia cumpre mandado de busca na casa de suspeito de fraude processual no caso Beatriz

Polícia cumpre mandado de busca na casa de suspeito de fraude processual no caso Beatriz

G1 Petrolina / Foto: GRTV 2ª Edição

Na tarde desta quinta-feira (18), a Polícia Civil cumpriu mandado de busca na casa de Allinson Henrique de Carvalho Cunha, em Petrolina, no Sertão Pernambucano. Ele é suspeito de apagar imagens das câmeras de monitoramento da escola em que Beatriz Angélica Mota, de sete anos, foi assassinada a facadas em dezembro de 2015.

Os pais de Beatriz, Lucinha Mota, Sandro Romilton, além de amigos do casal, saíram do Fórum de Petrolina e foram até próximo à casa de Allinson. A informação recebida por eles era que o suspeito estava escondido em casa.

“Por volta hoje de 10 para 11 horas da manhã, recebi uma informação, uma pessoa me procurou e me disse que Allinson estaria dentro da casa dele, na residência dele. Então prontamente eu entrei em contato com as pessoas da minha confiança para que a gente pudesse fazer uma diligência lá no local. Procurei a delegada, doutora Poliana, mas está de licença médica, então eu procurei outra delegada, que é a doutora Isabela e solicitei a ela que fizesse a diligência lá no local”, explica a mãe de Beatriz, Lucinha Mota.

De acordo com a Polícia Civil, um mandado de busca foi cumprido, mas após uma procura minuciosa, nada foi encontrado.

Allinson Henrique de Carvalho Cunha era funcionário terceirizado da escola e foi indiciado por apagar as imagens. — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Allinson Henrique de Carvalho Cunha era funcionário terceirizado da escola e foi indiciado por apagar as imagens. — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Allinson Henrique está foragido desde dezembro de 2018, quando o Tribunal de Justiça de Pernambuco decretou a prisão preventiva do ex-prestador de serviço. Ele foi indiciado por falso testemunho e fraude processual.

Quem tiver informações sobre o suspeito pode entrar em contato com a polícia pelos telefones (81)9 8650-1229, (81) 9 8256-4545, (81)9 8170- 2525 ou (81) 3719-4545. Não é necessário se identificar.

Duas pessoas são mortas a tiros no Loteamento Recife em Petrolina

Duas pessoas são mortas a tiros no Loteamento Recife em Petrolina. — Foto: Kris de Lima/TV Grande Rio
O crime aconteceu na noite desta quinta-feira (18)

Foto: Kris de Lima/TV Grande Rio

Duas pessoas foram mortas a tiros na noite desta quinta-feira (18) em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. O crime aconteceu no bairro Loteamento Recife.

De acordo com testemunhas, Genildo Francisco do Nascimento havia acabado de chegar na oficina que era dono, quando foi atingido por disparos. A outra vítima foi identificada como Hugo Gabriel Damasceno Ramos. Em frente ao local do crime havia uma câmera de segurança, mas de acordo com a polícia, ela estava desligada. Até a publicação desta matéria ninguém foi preso. (Por G1 Petrolina)

Bandidos explodem carro-forte em rodovia no Sertão da Paraíba

Um carro-forte foi atacado e explodido por bandidos durante um assalto que aconteceu na tarde desta quarta-feira (17) na rodovia PB-325, localizada entre as cidades de Lagoa e Jericó, municípios situados no Sertão do estado.

De acordo com informações da Polícia Militar ao Portal OP9, um outro veículo que estava sendo usado pelos criminosos também foi queimado. A PM informou ainda que um caminhão carregado de galões de água mineral foi utilizado para bloquear a rodovia. Diversos grampos foram jogados na pista pelos bandidos para dificultar a perseguição ao grupo.

Após o ataque, parte do dinheiro foi levado pelos criminosos. Muitas cédulas ficarem espalhadas pelo asfalto. A PM também informou que todos os comandantes dos batalhões da região estão realizando buscas para encontrar os envolvidos no ataque.

Ipubi: Idoso morre após ser atropelado por motocicleta

Vítima de 88 anos ainda chegou a ser transferida para o Hospital Regional Fernando Bezerra de Ouricuri, aonde veio a óbito

Por Roberto Gonçalves / Foto: reprodução

Um idoso de 88 anos morreu após ser atropelado por uma motocicleta na tarde desta quinta-feira (18), na Avenida Princesa Isabel, área central de Ipubi, no Sertão do Araripe.

De acordo com a 9ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), a vítima ainda chegou a ser transferida para o Hospital Regional Fernando Bezerra de Ouricuri, aonde veio a óbito.

Anda segundo a PM, populares informaram que Daniel dos Santos Silva, de 24 anos, conduzia a MOTOCICLETA YAMAHA FACTOR 125, PLACA KKK2935, COR VERMELHA, quando a vítima, o Sr.  Francisco Damasceno Rodrigues, foi atingida ao atravessar a via. O motociclista não fugiu do local.

Ex-comandante geral e subtenente reformado da PM de Alagoas são presos com cerca de R$ 1,5 milhão em MG

Ex-comandante geral e subtenente reformado da PM de Alagoas foram presos pela PRF em Itatiaiuçu e levados para a Delegacia da Polícia Federal em Divinópolis — Foto: Matheus Garrôcho/G1

ex-comandante geral, Marcus Aurélio Pinheiro, e o subtenente reformado, Esperon Pereira dos Santos, da Polícia Militar de Alagoas (PM) foram presos com cerca de R$ 1,5 milhão em espécie na Rodovia Fernão Dias, a BR-381, em Itatiaiuçu, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na noite desta quarta-feira (17).

Eles foram presos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Oliveira e levados para a Delegacia da Polícia Federal em Divinópolis. Um advogado de defesa dos ex-policiais esteve na delegacia, mas não quis gravar entrevista com a reportagem.

Coronel Marcus Aurélio Pinheiro foi afastado do comando-geral da PM de Alagoas em 2014 — Foto: Natália Souza/G1

De acordo com a PRF, eles foram abordados durante uma fiscalização de rotina e demonstraram nervosismo durante a abordagem. O dinheiro foi encontrado no porta-malas do veículo, dentro de uma mala. O veículo tinha placa de Belo Horizonte e pertence a uma locadora de automóveis, segundo a PRF.

O delegado da Polícia Federal em Divinópolis, Daniel Souza, revelou à reportagem que os ex-policiais não estavam armados e afirmaram que o dinheiro seria utilizado para realizar uma transação envolvendo um imóvel no Estado de São Paulo.

O dinheiro apreendido será levado para contagem em uma instituição bancária nesta quinta-feira (18). A Polícia Federal investigará o caso e, ainda segundo o delegado, os ex-policiais poderão ser indiciados por lavagem de dinheiro, com pena prevista de três a 10 anos de reclusão.

Dinheiro encontrado com os ex-policiais estava dentro de duas malas — Foto: Divulgação/PRF

G1 Centro-Oeste de Minas

Mais uma mulher é alvo de ataque com líquido corrosivo no Recife

Uma mulher de 28 anos teve parte do corpo queimado após ter sido atacada com um líquido ainda não identificado na tarde desta quarta-feira (17), no bairro de Vasco da Gama, zona norte no Recife. Ela está internada no Hospital da Restauração (HR) com lesões nas costas, pescoço e tórax. O estado de saúde da vítima não foi divulgado, mas, de acordo com parentes, ela não corre risco de morte.

O crime ocorreu menos de 15 dias após a tentativa de feminicídio que deixou Mayara Estefanny Araújo, de 19 anos, com 38% do corpo queimado após ter sido atingida por ácido sulfúrico jogado pelo ex-companheiro em Nova Descoberta, no Recife. Embora sejam similares, a Polícia Civil informou que, até o momento, não há correlação entre os  dois crimes.

A irmã da vítima disse que ela foi atacada por dois homens encapuzados que estavam em uma moto. Ela  voltava para casa durante o intervalo do almoço da escola onde trabalha. “Ela entrou na casa da vizinha desesperadamente. A vizinha deu um banho nela, tirou a camisa , que estava queimada. Também queimou o cabelo dela”.

Familiares contaram à TV Clube que a vítima teve o celular roubado há duas semanas. Dois dias depois, o aparelho foi deixado na porta da casa da vítima envolto em um bilhete anônimo contendo ameaças: “Da próxima vez vai ser pior. Você vai morrer”, apontava a mensagem.

A vítima era casada e estava se divorciando, mas a delegado Diego Acioly informou que o ex-marido não é considerado suspeito. “Essa pessoa não aceitava o fim do relacionamento. Mas, nesse primeiro momento, não existe nada que aponte, que afirme, essa vinculação. Tudo é suposição”, afirmou.

A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar o crime  e investiga a hipótese de  tentativa de homicídio. O caso está sendo investigado pela 5ª  Delegacia de Homicídios do DHPP.  A família da vítima pediu para não divulgar o nome da mulher atacada.

Por: Redação OP9

Excesso de café aumenta chance de pressão alta em pessoas predispostas

Ministério das Relações Exteriores comemora o Dia Internacional do Café com a entrega do prêmio "Melhores cafés do Brasil".

O consumo habitual de mais de três xícaras de café de 50 ml por dia aumenta em até quatro vezes a chance de pessoas geneticamente predispostas apresentarem pressão arterial alta. A descoberta faz parte de um estudo desenvolvido na Universidade de São Paulo (USP) e publicado na revista Clinical Nutrition.

Estudo anterior mostra, por outro lado, que o consumo moderado de café (de uma a três xícaras por dia) tem efeito benéfico sobre alguns fatores de risco cardiovascular – particularmente a pressão arterial. 

A principal autora do estudo, Andreia Machado Miranda, pós-doutoranda no Departamento de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública da USP (FSP-USP), explica que essa conclusão chama atenção para a importância da relação entre o consumo de café e a prevenção da pressão alta. “Como a maior parte da população não tem ideia se é predisposta ou não para desenvolver a pressão alta, o ideal é que se faça um consumo moderado de café. Até onde nós sabemos, pelos nossos estudos e por outros já publicados, esse consumo moderado é benéfico para a saúde do coração”, apontou.

A escolha do café para avaliar essa associação se deu por ser uma das bebidas mais consumidas entre os brasileiros. A pesquisa aponta que ele pode ser protetor para a saúde do coração se usado de forma moderada, mas também pode ser vilão para pessoas predispostas a hipertensão e em doses exageradas. Segundo Andreia, isso ocorre porque o café é uma mistura de mais de 2 mil compostos químicos.

Cafeína

“A hipótese do nosso estudo é que mais de três xícaras podem aumentar as chances [de pressão alta] pela presença da cafeína. A cafeína está associada com a resistência vascular, ou seja, a dificuldade com a passagem do fluxo nos vasos, e também provoca vasoconstrição, que é a contração a nível dos vasos sanguíneos, o que dificulta a passagem do fluxo e tudo isso faz com que haja um aumento da pressão arterial”, explicou.

Os polifenóis, por sua vez, seriam os responsáveis pelas ações benéficas. “São compostos de origem vegetal que não são sintetizados pelo organismo, então precisam ser obtidos pela dieta. Eles têm elevado poder antioxidante, tem uma ação antitrombótica, que significa que impedem a formação de trombos nos vasos, e promovem uma melhoria da vasodilatação, ao contrário do efeito da cafeína”, elencou a pesquisadora.

Dados

A pesquisa é baseada em dados de 533 pessoas entrevistadas no Inquérito de Saúde do Município de São Paulo (ISA), de 2008. O levantamento estadual obteve dados sociodemográficos e de estilo de vida, como idade, sexo, raça, renda familiar per capita, atividade física e tabagismo por meio de um questionário aplicado a mais de 3 mil participantes. Além disso, foram colhidas informações sobre consumo alimentar e feita coleta de sangue para análises bioquímicas e extração de DNA para genotipagem. Em visita domiciliar, foram medidos o peso, a altura e a pressão arterial dos voluntários. Para a pesquisa desenvolvida por Andreia, foi utilizada uma mostra representativa de adultos e idosos.

“Com todos esses dados, fizemos o estudo de associação entre pressão arterial, genética e influência do café. Foi aí que concluímos que indivíduos que tinham uma pontuação mais elevada no score, ou seja, que eram geneticamente predispostos [a pressão alta], e que consumiam mais de três xícaras de café por dia, tinham uma chance quatro vezes maior de ter pressão alta em relação a quem não tinha predisposição”, explicou a pesquisadora.

Pesquisa

A pesquisa, que tem apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), vai avaliar agora o efeito do consumo de café em pacientes com doença cardiovascular – particularmente a síndrome coronariana aguda, causada por obstrução na artéria coronária, que irriga o coração. Os pesquisadores vão avaliar, durante quatro anos, os dados de acompanhamento de 1.085 pacientes que sofreram infarto agudo do miocárdio ou angina instável e foram atendidos pelo Hospital Universitário da USP.

MPF é contra anulação de ação do tríplex envolvendo Lula no STJ

O subprocurador-geral da República, Nívio de Freitas Silva Filho enviou, nesta quarta-feira, 17, um parecer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) contrário à anulação da ação penal do tríplex do Guarujá – o processo que levou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à prisão – com base nos diálogos vazados pelo site The Intercept Brasil.

A defesa de Lula pede ao STJ para que as mensagens envolvendo o então juiz federal Sergio Moro e chefe da força-tarefa da Operação Lava-Jato, o procurador Deltan Dallagnol, sejam considerados na análise dos embargos de declaração do processo.

Silva Filho afirma, no entanto, que a defesa de Lula não conseguiu demonstrar como Moro deixou de ser imparcial, “limitando-se, apenas, a fazer referência às notícias veiculadas na imprensa com os respectivos links da matérias na nota de rodapé da petição”. “Cumpre salientar que a nulidade de ato processual em matéria penal exige a demonstração do efetivo prejuízo sofrido pela parte adversa – o que não ocorreu”, diz o subprocurador, em outro trecho da manifestação.

O Ministério Público Federal (MPF) também contesta a veracidade das mensagens. Para o subprocurador, as interceptações telefônicas das “autoridades” têm sido “utilizadas para aviltar e desacreditar as instituições republicanas de combate à corrupção”.

Em outro trecho do parecer, o MPF alega que as decisões de Moro contra Lula foram referendadas por outros magistrados. “Ainda que se cogitasse eventual quebra de imparcialidade pelo Juízo de primeira instância, não custa lembrar que o manancial de provas foi revisitado novamente pela instância superior”, diz o documento.

O então juiz Sergio Moro, titular da 13ª Vara Federal de Curitiba condenou Lula a 12 anos e um mês de prisão, em julho de 2017. A decisão foi confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, mas a pena foi reduzida para 8 anos, 10 meses e 20 dias pela Quinta Turma do STJ. O petista está preso na superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba desde 7 de abril de 2018.

Página 2 de 486

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén