Categoria: Outras (Página 1 de 486)

Ouricuri: Secretaria de Assistência Social, leva prestação de serviços e cidadania para o Sítio Novo, zona rural do Município.

PROGRAMA: ASSISTÊNCIA SOCIAL EM AÇÃO

Compete à Secretaria Municipal de Assistência Social a gestão da Política da Assistência Social no Município de Ouricuri, promovendo um conjunto de ações sócio assistenciais para atender as necessidades básicas da população e promover a universalização do direito dos cidadãos, a proteção à família, à maternidade e à velhice; o amparo à criança, adolescente e demais pessoas carentes, bem como o planejamento e a execução de políticas sociais que contribuam para a melhoria da qualidade de vida da população urbana e rural do Município, à proteção e à inclusão social juntamente com a sociedade civil, através da participação dos Conselhos Municipais; assegurar que os princípios da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) sejam postos em prática; formular, implantar, regular, financiar, executar, monitorar e avaliar a Política Municipal de Assistência Social, como parte integrante do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).Secretaria de Assistência Social, levou na tarde desta sexta-feira(19), prestação de serviços e cidadania para o Sítio Novo, zona rural do Município.A secretária de Assistência Social Karol Barros, falou da importância destas ações com as comunidades. “Estamos levando serviços públicos para perto desses moradores do interior do Município, serviços previstos na Política de Assistência Social e orientando as famílias sobre como acessar seus direitos.” Essa é a Gestão que o Prefeito Ricardo Ramos nos incumbiu de realizar em nossa cidade, o programa faz parte das políticas públicas planejadas pela Prefeitura de Ouricuri. “Nós buscamos ao longo de toda a gestão fazer uma administração voltada para o bem-estar e as necessidades do povo. O programa Assistência Social em Ação, é um importante ponto de partida para termos uma visão mais particular de cada comunidade e, assim, buscar resolver os problemas da região”. Relatou a Secretaria.“Estamos levando os serviços da prefeitura para as comunidades mais distantes de ouricuri, mesmo com chuva e frio estamos aqui no Sítio Novo, porque sabemos que é de suma importância garantirmos direitos, cidadania e orientação sobre a rede de proteção a criança ao adolescente e os idosos, pois essa população vive um pouco distante da área urbana e precisa ser assistida pelo executivo municipal”, destacou o prefeito, Ricardo Ramos.

Por Chico César

CONFIRA MAIS FOTOS DESTA NOTÍCIA:

Quase 2 mil caminhoneiros se mobilizam em grupos de WhatsApp por paralisação na segunda (22)

Quase 2 mil caminhoneiros estão em, no mínimo, 15 novos grupos do WhatsApp recém-criados para discutir uma possível paralisação da categoria na segunda (22). Eles estão contrariados com a resolução da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) que estipulou a nova tabela de preços mínimos do frete rodoviário, divulgada na quinta (18), com valores abaixo dos esperados.

A realização da paralisação não é consenso entre os participantes. Parte dos grupos é refratária à ideia por conta da dificuldade financeira que teriam com os dias sem trabalhar. Os administradores dos novos grupos negam ser articuladores do movimento, ao mesmo tempo em que algumas lideranças que tomaram a dianteira durante a paralisação de 2018 não estão em nenhum deles.

O nome dos grupos segue sempre o mesmo formato, com o título formado por paralisação, a data de 22/07 e a abreviação do nome de um estado. Apesar serem vinculados a um estado, a maior parte deles é formada por pessoas de regiões diferentes da indicada. Eles trazem em suas descrições o mesmo texto: “Publicações fora do contexto das pautas dos caminhoneiros não serão aceitas. FOCO NA MISSÃO!”

Nesses grupos, há desde convocações para greve, com críticas ao presidente Jair Bolsonaro, por vezes chamado de traidor, até alguns vídeos cômicos e imagens eróticas. Os caminhoneiros emitem suas opiniões também em áudio ou vídeos nos quais discursam enquanto são filmados pela câmera frontal de seu telefone.

Foram disparados avisos sobre o risco de uma ação de contra-inteligência estar sendo realizada dentro dos grupos, com membros do governo se passando por caminhoneiros.

Parte dos trabalhadores se diz intervencionista, defendendo um regime militar. A rotatividade dos grupos é alta. São muitos os avisos de pessoas que entraram usando um link compartilhado por outra pessoa no WhatsApp e outros de pessoas que decidiram sair. Também circulam ali convites para entrar em grupos do gênero, de estados diferentes.

A reportagem localizou queixas de caminhoneiros em relação à falta de liderança dos grupos, o que dificultaria a paralisação de segunda. Há administradores em comum entre eles. Porém, quando contatados, eles disseram não ser líderes e se negaram a dizer se havia uma liderança que articulasse a criação dos grupos.

A reportagem foi expulsa de dois deles por um desses administradores após procurá-lo em particular pelo WhatsApp para pedir informações. Outra administradora que trocou mensagens com a reportagem disse que não poderia dizer nada, pois não falava em nome dos caminhoneiros. Segundo ela, o movimento começou simultaneamente em vários locais.

Wanderlei Alvez, o Dedeco, um dos articuladores da paralisação de 2018, diz que não participa dos novos grupos e já foi retirado de alguns deles por seus organizadores. Ele afirma acreditar que os grupos da paralisação de segunda não foram criados por caminhoneiros, pois, segundo ele, a categoria o trata com respeito.

Dedeco diz que o principal problema da classe é justamente a falta de liderança e cobra maior protagonismo da CNTA (Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos) para defender o interesse dos caminhoneiros junto ao governo.

O ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, deve se reunir com representantes de caminhoneiros e outras entidades afetadas pela nova tabela de fretes na próxima semana. A data ainda não foi confirmada.

Sobre a reunião, uma das mensagens compartilhadas seguidamente pelo WhatsApp dizia que os caminhoneiros não arredariam pé e, caso o ministro quisesse fazer reunião, teria de fazer na pista.

A nova tabela de fretes foi elaborada pela Esalq-Log, da USP, e a próxima revisão oficial está prevista para o início de 2020. (Via: Folhapress)

Ex-goleiro Bruno sai da prisão e vai para regime semiaberto

Goleiro Bruno retorna à prisão após decisão do STF

A Justiça de Minas Gerais decidiu hoje (19) conceder regime semiaberto domiciliar ao ex-goleiro Bruno Fernandes, condenado pelo homicídio de Elisa Samudio em 2010. A decisão foi proferida pelo juiz Tarciso Moreira de Souza, da Vara de Execuções Penais de Varginha (MG). Bruno deixou a prisão na tarde desta sexta-feira.  

Em 2013, Bruno foi condenado a 20 anos e nove meses pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, sequestro e ocultação de cadáver. Conforme a sentença, Bruno foi apontado como autor do assassinato de Eliza, com quem teve um relacionamento e um filho. Ela desapareceu em 2010, aos 25 anos, e foi considerada morta pela Justiça. Na época, o goleiro jogava no Flamengo. 

Bruno ganhou direito ao benefício após ter cumprido o tempo necessário para progressão da pena, conforme está previsto na Lei de Execuções Penais (LEP). Ele estava preso desde 2010. 

Pela decisão do juiz, o ex-goleiro deverá trabalhar durante o dia e retornar para casa à noite. Ele também está proibido de sair de casa entre as 20h e as 6h, além de frequentar bares e boates.

A decisão do juiz foi viabilizada após a segunda instância da Justiça de Minas ter retirado da ficha prisional de Bruno uma falta grave por uso de celular dentro da prisão. Com a suspensão dos efeitos da punição, o ex-goleiro passou a ter direito ao benefício. 

Da Agência Brasil

Duas toneladas de maconha são apreendidas em caminhão que levava carga de farinha na Bahia

Duas toneladas de maconha foram apreendidas em um caminhão na BR-116, na Bahia, durante uma ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Polícia Federal (PF) e da Polícia Militar, após uma denúncia anônima.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a ação ocorreu na quinta-feira (18). Dois homens que estavam em um carro escoltando o caminhão que levava a droga foram presos. O motorista do veículo onde a maconha estava não foi encontrado.

A Secretaria de Segurança Pública informou que, após serem acionadas pela Polícia Federal, as unidades da Cipe Nordeste e da PRF fizeram uma barreira para o carro pequeno, que tinha placa de Piracicaba (SP), e interceptaram o veículo nas proximidades da cidade de Tucano.

Em seguida, os policiais seguiram até um posto de combustível, na cidade de Teofilândia, onde encontraram o caminhão parado. O motorista não foi encontrado. Os fardos da droga foram achados no baú do veículo, escondidos na carga de farinha.

O caminhão também tinha placa de Piracicaba (SP). Os suspeitos presos no carro que escoltava o caminhão, identificados como José Carlos dos Santos e Paulo Eber dos Santos, ambos do Paraná, foram encaminhados para a PF, em Feira de Santana. (Via: G1 BA)

Mais de 11 mil famílias pediram desligamento do Bolsa Família em 2019

Mais de 11 mil famílias solicitaram desligamento voluntário do Bolsa Família em 2019, segundo o Ministério da Cidadania. Geralmente, o cancelamento do benefício é pedido quando beneficiário consegue um emprego formal.

O programa atende cidadãos em situação de pobreza e de extrema pobreza e inclui famílias com renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de até 17 anos.

Segundo a pasta, se a família que solicitou o desligamento voluntário precisar novamente do benefício, o processo é simples. Se o pedido foi há menos de 36 meses, basta procurar o setor responsável pelo Bolsa Família na sua cidade, levar a documentação e solicitar a reversão do cancelamento.

Famílias consideradas abaixo da linha da pobreza, com renda per capta de até R$ 178 por mês, tem retorno garantido ao programa. Para solicitar a reinclusão, o beneficiário deve procurar o setor responsável pelo Bolsa Família de seu município. É necessário levar CPF ou título de eleitor e documento de identificação do responsável familiar. Além disso, é preciso apresentar a documentação de todos os integrantes da família, para atualizar o cadastro.

Os municípios e o Distrito Federal são os responsáveis pelo cadastramento das famílias — assim, as famílias interessadas devem ir ao setor do Bolsa Família e do Cadastro Único em sua cidade. Em muitos locais, o cadastramento também pode ser realizado nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras).

Fonte: Agência Brasil

Preso mais um padrasto acusado de estuprar enteada em Araripina

Aleixo de Carvalho está sendo acusado de cometer crime de Estupro de vulnerável

Fonte Polícia Civil PE / Foto: 24ª DESEC

Na tarde desta quinta-feira (18), policiais civis da 24ª Delegacia de Polícia de Homicídios, 200ª Circunscrição e Malhas da Lei da Policia Civil, comandados pelo Delegado Titular, o Dr. George Dantas Saraiva, após diligências e campanas em Araripina, deram cumprimento ao mandado de Prisão Preventiva  expedido pelo juiz da Vara Criminal da Comarca de Araripina – Pernambuco, em desfavor de Maurício Aleixo de Carvalho, pela prática do crime de Estupro de vulnerável.

Segundo aponta as apurações já produzidas, o fato chegou ao conhecimento da Autoridade Policial através de uma carta narrada pela criança abusada, a qual relatou para os professores do colégio os abusos que ela sofria por parte do ex-companheiro da sua mãe.

Diante do fato, esta Autoridade Policial, por meio da 24ª DPH e 200ª Circunscrição da cidade de Araripina, ensejaram esforços para dar conclusão ao inquérito policial o que culminou na expedição do mandado de prisão preventiva, representada pela Autoridade Policial que presidiu o Inquérito, em desfavor de Maurício Aleixo de Carvalho.

Após todos os procedimentos cabíveis Maurício Aleixo de Carvalho encontra-se recolhido na cadeia pública de Araripina à disposição da Autoridade Policial e Judiciária desta comarca.

Essa é mais uma ação da 24ª DPH da Cidade de Araripina/PE tendo como foco o combate à criminalidade violenta (CVLI), seguindo as diretrizes do Pacto Pela Vida.

Palocci: Em troca de favores, bancos doaram R$ 50 milhões ao PT durante governos Lula e Dilma

Ex-ministro disse que doações eram “vantagens indevidas de modo dissimulado”
Jovem Pan

O ex-ministro Antonio Palocci revelou, em acordo de delação premiada, que o Partido dos Trabalhadores (PT) recebeu cerca de R$ 50 milhões em doações de alguns dos principais bancos do país, como Bradesco, Safra, BTG Pactual, Itaú Unibanco e Banco do Brasil. Segundo informações obtidas pelo jornal O Globo, os valores eram destinados à campanha eleitoral da sigla que, em troca, ofereceu favores durante os governos dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

De acordo com a publicação, os bancos recebiam informações privilegiadas, como informações sobre mudanças na taxa básica de juros (Selic) e também conseguia apoio do governo, que defendia os interesses das instituições financeiras.

Ele cita, por exemplo, repasses de cerca de R$ 7 milhões feitos pelos grupos Safra e Votorantim ao PT nas eleições de 2010 e 2014, que teriam acontecido em troca de um apoio do BNDES a compra de uma empresa pelo Votorantim. Em outro caso, Palocci afirma que o Itaú Unibanco doou R$ 4 milhões à campanha de Dilma em 2010 depois que o governo atuou favoravelmente à aprovação da fusão das duas empresas.

As instituições financeiras negam as acusações do ex-ministro, e as definem como “mentirosas” e “inverossímeis”, além de dizer que não existem provas das versões. Os bancos também afirmam que as doações foram feitas de forma legal.

Um dos apontamentos de Palocci, no entanto, não foi comprovado. Ele diz que o BTG repassou R$ 4 milhões à campanha de Lula em 2006 em troca de que a gestão agisse contra um processo de um acionista da instituição. Apesar da pena do empresário ter sido reduzida, não existem registros dessa doação

Relembre

Palocci foi ministro da Fazenda de Lula e chefe da Casa Civil de Dilma. Antes de fechar o acordo de delação premiada com a Polícia Federal (PF) no ano passado, ele procurou o Ministério Público Federal (MPF), que disse que não havia provas suficientes de seus relatos.

Polícia prende professor de escolinha de futebol no Rio por abuso sexual

G1 Rio

Policiais da 19ª DP (Tijuca) prenderam, na manhã desta sexta-feira (19), o professor Valmir Barbosa de Oliveira, de 56 anos. Ele é suspeito de ter abusado sexualmente de pelo menos cinco crianças e adolescentes que treinavam na escola de futebol do Clube Montanha, no Alto da Boa Vista, na Zona Norte do Rio.

Segundo os investigadores, as vítimas tinham entre 11 e 15 anos. A abordagem utilizada por ele costumava se repetir.

“Ele começava com massagens nos meninos, fazia carícias e, pouco depois, iniciava o abuso sexual”, explicou a delegada Cristiane Bento.

O professor Valmir Barbosa de Oliveira, preso suspeito de abusar de jovens — Foto: Carlos Brito/G1

O professor Valmir Barbosa de Oliveira, preso suspeito de abusar de jovens — Foto: Carlos Brito/G1

A primeira denúncia sobre a conduta de Valmir chegou à delegacia em maio, por meio do depoimento de um menino de 11 anos. Logo em seguida, pais de outros quatro alunos começaram a procurar a polícia para relatar mais ocorrências envolvendo Valmir.

Nos depoimentos, os meninos afirmavam que ele costumava apalpá-los e colocar a mão dentro de seus uniformes – um dos garotos, inclusive, passou a chorar e a se recusar a ir às aulas.

Valmir, que trabalhava no clube há 10 anos, é casado e tem filhos. Ele foi preso quando ainda estava em casa, em Bangu, na Zona Oeste. Ele cumprirá prisão preventiva.

Segundo a polícia, ele já estava afastado do trabalho desde o momento em que as investigações avançaram.

“É importante que os pais estejam atentos para situações como esta. Eles devem procurar a polícia de forma imediata, caso notem algum sinal de abuso”, recomendou a delegada.

Araripina: para livrar flagrante, acusado de tráfico engole cocaina

Durante a abordagem, o suspeito correu para dentro do banheiro para tentar esconder e dar descarga na cocaína, chegando a comer uma certa quantidade da droga

Fonte: Polícia Civil / Foto: reprodução AF

Nesta quinta-feira (19), uma ação foi realizada pelos Policiais Civis do DENARC e MALHAS DA LEI com apoio de policiais militares da ROCAM, sob comando de Dr. Samuel Silva Basilio Soares e coordenação do Delegado Seccional Dr. George Dantas Saraiva, após investigações e vigilância, prenderam em flagrante delito do individuo FRANCISCO UELTON GOMES vulgo NENEM DE WILSON PELADO, por infringir o artigo 33 da lei 11.343/06 (Tráfico de entorpecentes).

De acordo com a PC,  mesmo já foi preso pela delegacia de Narcotráfico no ano de 2018, e sendo posto em liberdade condicional continuou a realizar a traficância na região do alto da boa vista e centro de Araripina. Durante a abordagem o suspeito correu para dentro do banheiro para tentar esconder e dar descarga na cocaína, chegando a comer uma certa quantidade para tentar se livrar da droga.

A ação da policia foi eficaz e energética conseguindo preservar o local com indícios de droga, e chegando ainda a localizar os entorpecentes em posse do NENEM.  A Pericia Criminal foi acionada para constatação de mais drogas nos compartimentos da casa, conseguindo localizar mais cocaína em sacolas prontas para venda dentro do ralo do banheiro da casa.

Com ele foi apreendido celulares, dinheiro, e aproximadamente 12 gramas de cocaína em diversos papelotes. Essa é mais uma ação  da Polícia Civil no Sertão do Araripe, seguindo as diretrizes da segurança pública de combate à criminalidade e redução dos CVLI e CVP.

Morre Sgt Moacir que foi baleado em confronto com bandidos no Agreste de PE e resultou na morte de Sd André

Na manhã desta sexta-feira dia (19), morreu o Sgt Moacir Pereira, de 47 anos, do 24º Batalhão da Polícia Militar do Estado de Pernambuco. Ele estava internado há 17 dias, e segundo informações, Moacir estava internado no Hospital Regional do Agreste, em Caruaru.

Na manhã de ontem por meio de nota, a assessoria de imprensa do HRA informou que Moacir morreu “em decorrência de insuficiência respiratória grave, evoluindo para uma parada cardiorrespiratória sem resposta às manobras de reanimação”.

Na troca de tiros, o Soldado André Silva foi atingido por vários disparos de arma de fogo vindo a óbito dentro da viatura.

No dia 2 de julho, oito suspeitos de envolvimento nas mortes dos policiais foram mortos após confronto com a polícia em Barra de São Miguel, no Agreste da Paraíba, incluindo um vereador de Betânia, no Sertão de Pernambuco. Os suspeitos, que estavam foragidos desde a manhã do dia 1º, estavam escondidos em um matagal no momento do confronto.

Matérias relacionadas:

Vídeos: Emoção marca enterro do Policial Militar da ROCAM André Silva em Pernambuco:

Página 1 de 486

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén