Um menino de 7 anos foi encontrado na manhã desta quinta-feira (11) sendo mantido em cárcere privado na própria casa, no bairro da Bela Vista, na cidade de Boqueirão, no Carri da Paraíba. De acordo com o delegado Iasley Almeida, a criança estava desnutrida, amarrada por uma corrente e com vários machucões na região dos testículos.

Ainda segundo o delegado, algumas partes do corpo da vítima apresentavam queimaduras, o que demonstra que ele também era torturado com algum objeto quente. A mãe do menino é a principal suspeita de cometer as agressões e tortura. Ela segue em liberdade, mas será ouvida ainda nesta tarde. O depoimento será prestado na Delegacia de Queimadas.

A vítima foi levada para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande para receber atendimento médico. A unidade hospitalar não quis passar o estado de saúde do menino. No entanto, o delegado Iasley Almeida informou que é grave. O padrasto e marido da mãe também será ouvido pela polícia.

A polícia só conseguiu descobrir o crime após denúncias anônimas feitas por funcionários da escola em que o menino frequentava. Os responsáveis pelo crime deverão responder pelos crimes de tentativa de homicídio e maus-tratos.

Por: João Brandão Neto