A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou uma fiscalização na manhã desta sexta-feira (14) na BR-428 em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, com foco no transporte remunerado de passageiros, as vans. O objetivo é flagrar motoristas que trabalham de forma irregular.

Os policiais checaram, principalmente, os equipamentos obrigatórios, que garantem uma viagem tranquila para os passageiros. “A PRF fiscaliza os equipamentos de segurança, verificamos a presença do tacógrafo, equipamento que vai registrar a velocidade, a distância e o tempo de direção do motorista para saber se o motorista está ou não dirigindo a muito tempo, se ele descansou. Se ele ingeriu bebida alcoólica, estamos fazendo testes de alcoolemia”, explicou o inspetor chefe da PRF, Paulo Lima.

Durante a fiscalização, foram flagrados condutores cometendo diversas infrações. “Podemos constatar em um dos condutores a presença de álcool, além do excesso de passageiros. Também tiveram veículos com capacidade para 15 e que estão com 19 até 20 passageiros. Esse trabalho está sendo feito para primar a segurança de quem trafega pela rodovia federal”, destacou.

Segundo Lima, uma das penalidades em caso de irregularidades é a multa. “Se não tiver com o crono tacógrafo, o motorista recebe uma notificação de R$293, mas como essa de alcoolemia é quase R$3 mil e a gente está trabalhando a presença de excesso de passageiros”, disse. (Via: G1 Petrolina)