Avançaram as tratativas do acordo de delação premiada do ex-ministro presidiário Geddel Vieira Lima com a Procuradoria-Geral da República. Vem bomba aí.

A propósito, o  ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, chamado de “algoz de Geddel”, se reuniu com o presidente do PPS, deputado Roberto Freire, e praticamente sacramentou sua filiação ao partido para disputar a deputado federal nas eleições. 

Foi depois de denúncia de Calero – de interferência de Geddel para liberar uma obra em Salvador – que o ex-ministro despencou do Palácio do Planalto para o presídio da Papuda. 

Lula fora

 Já a consultoria de análise política e econômica Eurasia prevê em mais de 70% a probabilidade de o ex-presidente Lula estar fora da disputa para a Presidência nas eleições de outubro. 

A Eurasia sinalizou para o mercado que a rejeição do habeas corpus – para que Lula não seja preso – , pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), reforça o indicativo de naufrágio da candidatura do petista(Coluna Esplanada – Leandro Mazzini)