Foto: Charles Araújo/reprodução
A rotina de transtornos para os motoristas que trafegam pela PE-630 parece sem fim. Com as obras de pavimentação paralisadas há mais de 40 anos, a rodovia vira um ‘inferno’, sobretudo quando chove. Foi o que aconteceu na madrugada da última quinta-feira (11). E olhe que foi apenas uma neblina.

No trecho que liga Santa Filomena (Sertão do Araripe) a Dormentes (Sertão do São Francisco), a PE-630 torna-se quase intransitável, especialmente para veículos de grande porte.

Esta já é a segunda vez este mês que caminhões ficam atolados nesse trecho, por contas das péssimas condições da estrada. Até quando? (Charles Araújo)